III Seminário Interdisciplinar GCCOP: Dimensões das tecnologias de informação e comunicação

Entre em contato
auditorio-noite de quinta-feira, 27 de outubro

auditorio-noite de quinta-feira, 27 de outubro

As Tecnologias de Informação e Comunicação, especialmente na última década, configuraram-se como sistema com ampliado poder de conformação da sociedade. O fenômeno da Internet possibilitou interligar diferentes lugares e espaços, constituindo, com isso, uma “realidade sociocultural, em que os cidadãos interconectados interagem de maneira colaborativa, formando laços afetivos, comerciais e políticos” (PAIVA, 2012, p.149), com potencial (o que não significa dizer que isso se efetivará de fato) para propiciar um ambiente discursivo no qual os públicos possam interagir, dialogar, gerar controvérsia e resposta social, podendo tornar a comunicação mais inclusiva e abrangente (BRAGA, 2012; CASTELLS, 2009).

Nessa configuração, os diferentes entes sociais, dentre outras coisas, ao mesmo tempo em que experimentam níveis ampliados de visibilidade, também enfrentam a elevação de sua vulnerabilidade.

Assim, importa problematizarmos: as noções de privacidade e de liberdade de expressão conformadas pelas tecnologias digitais de informação e comunicação; o direito à informação, à liberdade de expressão, à privacidade, e os aspectos éticos; a captura, o uso e a gestão de informações e suas implicações; as ofertas discursivas de si, a produção de subjetividades e a conformação de identidades; bem como a exposição de emoções e as formas de sociabilidade. Discutir essas questões foi o principal objetivo do III Seminário GCCOP – Dimensões das Tecnologias da Informação e da Comunicação, promovido pelo Grupo de Pesquisa em Comunicação Organizacional, Cultura e Relações de Poder – GCCOP. A proposta, alcançada na íntegra, era a de articular contribuições de diferentes campos de conhecimento para que se pudesses aprofundar a compreensão sobre a relação entre comunicação e tecnologias, qualificando e complexificando as reflexões.

O evento, que ganha musculatura a cada edição, foi muito bem-acolhido por estudantes, professores, pesquisadores e profissionais, que já aguardam o próximo.