No colégio Aristides Germani, estudantes sofrem violência de pais

Entre em contato

Em Caxias do Sul o movimento de ocupação chegou, inicialmente, a cinco escolas. Cristóvão, Aristides Germani, Emílio Meyer. EETCS e Apolinário. Ontem 11 de junho, um grupo de pais, invadiu a escola Aristides Germani, usando de violência contra os estudantes.
Veja o depoimento da mãe de um dos estudantes.

Salários parcelados, merenda com data de vencimento estourada, risco de contaminação por ratos, infraestrutura comprometida, falta de cumprimento de antigas promessas de reforma, turmas sem professores, são algumas das queixas dos alunos, que organizaram o movimento de ocupação em solidariedade à grave de seus professores.
Durante a ocupação os alunos organizaram-se em grupos encarregados de tarefas como limpeza e organização do espaço escolar, produção das refeições (café da manhã, almoço e jantar) e participação em oficinas com temas como arte, fotografia, vídeo, psicologia e saúde, entre outros temas.