Por um jornalismo a serviço da sociedade

Entre em contato

“Depois de ter se envolvido em um acidente e atropelar uma pessoa homem é cercado por repórteres como urubus em busca de carniça. Eis que um inconveniente jornalista da Band consegue se destacar ainda mais dos seus pares na tentativa de escandalizar os fatos ao perguntar ao senhor que havia causado o acidente: “…Atropelou outra pessoa já no passado?”. A partir daí toma uma merecida lavada, com direito a lições de ética e jornalismo.

Tentando ainda argumentar a sua falta de despreparo e respeito com alguém que acabará de se envolver num acidente e estava ali prestando socorro a vítima, o repórter pergunta para o senhor se ele não acha que as pessoas devem ser informadas. O senhor ensina que sim, desde que feito de maneira adequada”(Fonte: http://www.sedentario.org).